Assumidamente revoltada

O ringue

Quem nunca se deu conta do que o facebook virou? Ele é o retrato claro da sociedade. É um tal de xinga daqui, xinga de lá, ironiza daqui, ironiza de lá, que fica difícil não ter enjoo de qualquer debate promovido naquilo conhecido como: Rede Social. Se aquela rede for social, me mostra uma rede antissocial. As páginas do facebook estão parecendo jornais sensacionalistas, aperta pra vc ver se não sai sangue? O problema não é nem a exposição de ideias, mas essa parada de politicamente correto desde que seja pro próprio ego e interesse pessoal vem vindo feito uma bola de neve arrasando tudo e todos. Não se pode dizer o que pensa. Só pode reproduzir o discurso do comentário acima. Perde-se mais tempo atenuando aquilo que se disse ao contrário do que fazendo algo que tenha, de fato, relevância.

Promoção de debate? Ah, pára. Isso me parece uma luta disputada ferozmente por cegos. Um diz que a cor do céu é rosa. A outra, que a cor do céu é verde. O céu é azul, mas cegos não enxergam, lembra? Mas alguém tem que ter a razão, mesmo que isso custe a própria razão.

Consenso, respeito, paciência. Definitivamente isso foi riscado dos dicionários virtuais. Essa nova ágora parece a pracinha daqui de perto, vira e meche a polícia tem que intervir no caos urbano que, preconceituosamente, ressignificam, aquilo que pra mim, nada mais é, que uma resposta a isso que nos oferece como vida em sociedade.

Talvez o leitor questione esse meu modo irônico de lidar com essa situação. Não estou sendo tão facebookiana com esse texto? atirando contra tudo e todos? Sou apenas um produto do meu tempo. Enclausurada nesse espaço tempo, impossível de dissolver com bom senso e boa vontade. Muitas coisas transcendem o querer . Essa é uma delas. Como um passarinho preso num relógio, mais uma vez, escrevendo o mais do mesmo, falando o mais do mesmo. Não há nada de novo debaixo do sol, só muda a forma como as velhas coisas se apresentam. Comigo, não poderia ser diferente. Como já disse, o querer pode operar muitas coisas, mas nem tudo. Não se dissolve, com canto, as grades de uma prisão.

imagem do blog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s